Alguém que Escreve.

Todo escritor - no meu caso seria melhor digitar alguém que escreve - tem um quêzinho de deus, mesmo que involuntariamente, em suas palavras. Digito isso porque criamos personagens, paisagens, paixões e lhes damos vidas. Inventamos outros mundos, outras formas de vida, estranhas formas de vida por sinal.
Às vezes, os personagens, não gostam de determinado caminho e se rebelam seguindo caminhos completamente diferentes do qual havia sido planejado pra eles. Tomam suas vidas de nossas mãos literalmente, sem olhar pra trás.
Outras vezes saem de nossas páginas, crescem, se agigantam de tal maneira que sim, nós é que viramos seus personagens.
Daí a gente passa, e eles ficam*.

depois teclamos.
Imagem: bibliohoyos.blogspot.
*Parafraseando Raul Seixas, "Os homens passam e suas músicas ficam", que por sua vez parafraseou alguém.

12 comentários:

Luma Rosa disse...

Acho muito legal pensar que todo escritor tem um "Qzinho" de Deus! :) Agora pensando sobre isso... beijus,

O Taverneiro disse...

Interessantíssima essa colocação. Realmente, a escrita é algo esplêndido. Parabéns pelo texto.

Sissym disse...

Rikeeeeeeeeeeee....

quando escrevo palavras de motivação e estas ajudam as pessoas, em penso que Deus está intervindo! E se eu faço o bem, estou bem!


BEIJOS

Marcos Mariano disse...

Eu penso o dom de escrever, é um poder dado a poucos, o poder de criar uma nova realidade, o poder de dar vida a imaginação.

Abraços Rick

Sérgio Santos disse...

Rike, difícil discordar disso. Escrever liberta a alma e uma coisa tem tudo a ver com a outra mesmo. Abração!

Barbie Californiana disse...

Isso é uma boa reflexão, Rike... de fato, quem escreve parece "dar vida" ao texto. abraços e tudo de bom! *-*"

Regina Rozenbaum disse...

Ô saco sÔ...ainda tô parada lá na sua inveja branca. Será que nunca mais cê vai se atualizar?! Sou escrivinhadora que nem ocê e sinto igualim tumém...posso?!
Beijuuss, mininu amaaado, n.a.

Simone Melo disse...

Boa noite...Penso que as historias se repetem em todo canto, só mudamos o endereço e quando o escritor consegue retratar a vida como ela é, sempre haverá um alguem se identificando. Sim, quando escrevemos sentim-nos um pouco DEUSES e sem querer conseguimos infiltrar nas mentes dos leitores que viajam junto de nosso textos...As palavras vão sendo tecidas de maneira a causar algo no amago do leitor, sempre assim, não é mesmo? Adorei teu post., e me vi nas entrelinhas, seu post., passou e eu fiquei...admirando!
Abraços

Cla disse...

Rike,

Acho que todos que escrevem tem um dom especial vindo desde pequenos, saber expressar sentimentos em forma de palavras é um dom que se eterniza por entre livros músicas e contos.
Lindo texto, um grande beijo.

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o Blog !

Embora tenha visto rapidamente, gostei bastante e te convido para conhecer, seguir... meu espaço:

http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

Muito Obrigada, desde já !

Milene Lima disse...

E alguém que escreve não é escritor não, garoto? Oxente!

Eu nunca fui capaz de criar personagens, mas acho fascinante quem o faz. É mesmo um dom.

Beijo, Rike. Teclaremos sempre.

Natalia Oliveira disse...

É por isso, que um escritor precisa ter cuidado com que escreve, assim como um compositor, o que escrevem influencia e nem sempre para o lado correto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...