Ser Mãe Enlouquece.

Qualquer um que esqueça de si mesmo pra cuidar exclusiva e dedicadamente de outro, não bate bem não! Ainda mais quando:
  • sai na rua sem pentear cabelo
  • vai ao mercado e na hora de pagar percebe que não levou dinheiro
  • sabe de cor e salteado os horários dos remédios e programas de tevê (e as reprises também) sobre crianças
  • começa a achar todo homem irresponsável
  • só vê, ouve e conversa criança
  • sente culpa ao dar três passos pra longe do berço
  • quer comprar o mundo
  • tudo é inho ou bonitinho
  • ganha uma força descomunal
  • se transforma numa manteiga derretida
  • passa a fazer caretas
  • desenvolve comportamento infantilizado.
Nem é preciso conhecer pra saber, pois com certeza pra agir assim, só pode ser mãe - e os dois chips dela já estão lotados!kkkkk

depois teclamos.
Imagem: ligadajusticapopular.blogspot.

10 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Ah mininu amado, mas quando eles voam a gente sente uma falta desse chip lotado!
Beijuuss n.a.
P.S: adicionei esse lá no divã, mas não tá atualizando não! Será que fiz algo errado?rsrs

R. R. Barcellos disse...

Também não está atualizando no Sete Ramos. Abraços.

Sissym disse...

Nooossaaa.... como voce nos entende!

Eu faço caretas!!!!!!!!!!!


Beijos

Cecilia sfalsin disse...

Mãe é um ser meio perdido de si mesma rsrs, para se doar ao filho, se descabela por nada, e nos penteia por tudo...rsrs...

Beijos ..gostei demais..

Van disse...

Oi Rique,

descrição perfeita esta sua, a loucura mais sana que existe, mas que é louca é. rsrs

Beijos

Sérgio Santos disse...

Nunca fui mãe, Rike, (rsrs)mas sem dúvida deve enlouquecer mesmo. E como nós amamos esses seres perfeitos, não? Gostei mt! Abração!

Anete Carvalho disse...

Amei seu blog! Parabéns e muito sucesso!
Abs,
Anete Carvalho

Milene Lima disse...

Eu bem desejei ser acometida por essa loucura, mas não rolou. Paciência, né?

Adoro esse jeito bem humorado com que você nos diz as coisas simples.

Beijos, teclando sempre.

Bia Hain disse...

Oi, Rike, adorei suas considerações sobre mãe, muito amor e uma pitada de maluquice, hahaha. Um abraço!

Eduardo Montanari disse...

Eu nunca fui mãe, mas imagino o quanto deva ser bom. Cansativo sim, mas tem suas compensações.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...