Todas as Mães Seriam Magras.

Se a vida fosse um pouco justa, todas as mães seriam magras. Não por questão de beleza e estética, e sim pelo simples fato de que começamos a sugá-las ainda em seus úteros. E ao nascermos a coisa piora, porque seguimos sugando e chorando e sugando e chorando e sugando e chorando mais e mais a cada dia, com egoísmo e sem nenhuma piedade. Exigimos cuidados, amor, carinho, atenção exclusivos vinte e quatro horas por dia e sete dias por semana, sem direito a folgas, férias, salário, décimo terceiro, alimentação, plano de saúde, plano de carreira ou mesmo aposentadoria.
Crescemos um pouquinho e não paramos, pois tomamos de suas mãos as frutas, o suco, biscoito, o bolo, a carne, o pão e tudo o mais que nos agrade, forçando nossas mães a viver numa eterna e não voluntária diéta.
Se a vida fosse só um pouquinho justa, todas as mães seriam magras!
Mas há males que vêm pra bem, pois se'las fossem magras não seriam magras, e sim magérrimas! Correriam sério risco de extinção, tamanho o desgaste que provocamos em todas elas.
Um mundo sem mães... melhor nem imaginar!


depois teclamos.
Imagem: prohomosalvador.blogspot.

Um comentário:

novalimma disse...

Um mundo sem mãe, melhor nem pensar.
Ou pensar Mães deveriam ser eternas, ou quase isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...