O Lado sem Cor da Força.

Desde pequeno sempre fui ignorante. Burro mesmo (minha mãe teve paciência)! Não nasci sabendo falar, ler, andar... e uma série de muitas outras coisas que com ajuda da minha preguiça e precária situação financeira, ainda não sei e morrerei sem saber, como escrever por exemplo.
Por conta dessa minha falta de inteligência, deixava as complicações de lado optando pelas coisas mais simples da vida.
Não sei se minha ignorância ou se minha preguiça (ou os dois juntos) é o maior responsável por eu não ter preconceitos, pois não tenho forças nem disposição pra bater em alguém, muito menos tempo e sabedoria pra ficar distinguindo cores e credos e religiões e preferências sexuais... Por gostar de simplicidade, dividi as pessoas em dois grupos: as boas e as ruins. Por pura comodidade fico ao lado das boas, até porque atirar pedras nos outros é cansativo - e tenho teto de vidro.
Prefiro o lado sem cor da força!*

depois teclamos.
Imagem: ensaiandosonhos.blogspot.
*Parafrasenado o filme Guerra nas Estrelas.

4 comentários:

Anônimo disse...

Adooro seus posts!!!!

Cecilia sfalsin disse...

Receba um beijo meu e merecidos aplausos, excelente texto, também não tenho tempo para atirar pedras , até mesmo porque me custa muito ter que definir o defeito, erro, ou diferença de alguém, busco me olhar no espelho e cuidar de mim...o que o que outro faz , é , ou deixa de fazer cabe a ele se definir....

Beijinhos meu amigo..

Eloi Neves disse...

Você de burro e ignorante não tem nada...embora faça questão de dizê-lo, mas acredito que essa é uma estratégia dos sábios...heheheh
Abração
Eloy

Barbie Californiana disse...

Julgar os outros nunca foi uma boa atitude mesmo... Parabéns por ser assim, Rike! beijos e lindo feriadão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...