Esqueci do Natal.

Esse ano me esqueci do Natal.
Mesmo com a árvore montada e me olhando todos os dias (os enfeites que comprei e nem abri), acabei esquecendo completamente do Natal.
Como iria meio que trabalhar meio que ficar sozinho me casa, não comprei nem tender nem nada mais. Sem contar que os dias me deram uma rasteira, passando rápido como um foguete do dia vinte ao dia vinte e cinco. Esqueci o Natal.
Nem os Papais Noéis de shopping (que agora começam a chegar a partir de outubro) conseguiram me fazer lembrar do Natal.
Já tinha me conformado em comer os quatro pedaços de linguiça que estavam há uma semana no congelador junto com a batata palha que estava aberta desde não sei quando, acompanhado do refrigerante aberto na geladeira há três dias, quando o inesperado aconteceu.
Como Papai Noel não esquece de ninguém, ganhei da minha vizinha chester, bolinho de bacalhau e o principal: rabanada!
Agora assim lembrei do Natal, pois sem pastel e rabanada, o Papai Noel não existe! kkkkkkkkk

depois teclamos.
Imagem: google.

7 comentários:

Milene Lima disse...

Ai, eu nem posso confessar que nunca comi rabanada. Todo ano eu penso em tentar fazer, daí acabo esquecendo da gordice.

Então, usei sua história do shopping por lá, viu? No penúltimo post. Nem te pedi autorização, mas citei mesmo assim. Me prenda!

Beijo, Rike.

Eduardo Montanari disse...

Particularmente eu gosto de pessoas que se esquecem dessas datas comemorativas. Festejos de natal e final de ano, hoje em dia mais me irritam do que agradam, pois trata-se apenas de um consumismo desenfreado e hipocrisia em família. Eu só não esqueci o natal porque os meus vizinhos barulhentos e pagodeiros, de classe-média-baixa não permitiram. Mas da minha parte, passei-o vendo filmes de terror trash dos anos 80.

R. R. Barcellos disse...

Este poema-comentário
É coletivo, ao contrário
De outros, individuais;
Feito com tesoura e cola
Como um trabalho de escola
Para afixar em murais.

Tantos amigos eu tenho
E a todos eles venho
Desejar bom Ano Novo
Repetindo com preguiça
Esta mensagem postiça:
Bom recomeço, meu povo!

Regina Rozenbaum disse...

Bora lá (Rê)começar um novo ano e como diz Drumond "que façamos por merecê-lo"... Vc faz, mininu amaaado, vc faz!
Beijuuss

SURPRESAS DA VIDA disse...

Que sorte ter uma vizinha assim.
Eu fico sensivel nestas datas,choro
nem sei porque.
Abração amigo e um Feliz Ano Novo

Bia Hain disse...

Oi, Rike, sabe que na minha família não é tradição fazer rabanadas, eu só fui experimentar depois de adulta (e convenhamos, é o que há!).
Querido, passei para deixar meu abraço de feliz Ano Novo, que você seja tragado por uma nuvem de alegrias e realizações. Sucesso sempre! Um abraço!

Barbie Californiana disse...

Isso foi mesmo um presente de Natal, né Rike? ;] Sua vizinha é uma fofa... Desejo que seu Ano Novo seja recheado de boas surpresas e com muitas realizações. beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...